quinta-feira, 4 de março de 2010

Inhotim - Brumadinho (MG). 04






Essa obra do Helio Oiticica me chamou atenção. Estou fazendo uma pesquisa sobre pequenas edificações, sobre esculturas urbanas e o momento em que um pequeno objeto ao associar-se com outros pode virar uma linha urbana. Elos... individualmente arte que ao agregarem-se em corrente viram cidade. De quantas maneiras pode-se usufruir de uma escultura urbana? Como se dá a medida entre função e todo seu teor prático (abrigar das intempéries, ser mobiliário urbano...) e contemplação e todo seu teor subjetivo (é belo?)...
Adoro esse tema. Imagino que as cidades podem ser presenteadas com arte, arquitetura, urbanismo. Pra mim, todos elos e uma mesma corrente: a criação humana. A cidade é a grande obra coletiva.

Um comentário:

  1. Além de uma bela arquiteta, você é uma excelente fotográfa. As fotos estão lindas.

    ResponderExcluir

Quem sou eu